Ex-supervisora de multinacional, Farmacêutica Esteta de SC fatura 10X mais na estética

A Cristiane de Oliveira é uma farmacêutica esteta de SC que já trabalhou em várias áreas do mercado. Mas, se deu bem mesmo na estética.

Essa farmacêutica esteta de SC (Santa Catarina) tem uma carreira incrível. É dona de uma clínica de saúde e está contratando pessoas para aumentar o seu time. Só que para realizar o sonho, ela precisou deixar de lado um cargo de supervisão em uma multinacional – e essa foi uma escolha assertiva.

Há 7 anos, tomar essa decisão não foi fácil e exigiu muita coragem. Só que hoje, com resultados expressivos que representam um faturamento 10 vezes maior, ela diz que não se arrepende da decisão. “Eu fui a primeira clínica de estética farmacêutica em Santa Catarina”.

Com essa introdução, convidamos você a conhecer alguns detalhes da vida dessa empreendedora, que se sente realizada na sua profissão de farmacêutica e atua em um mercado que é um dos que mais cresce no mundo. Leia e inspire-se!

O começo da farmacêutica esteta de SC

A Cristiane de Oliveira morou em Curitiba, no Paraná, por 18 anos. Hoje, ela está no interior de Santa Catarina, em Major Vieira. A carreira na farmácia começou com a graduação e logo após os estudos veio o trabalho na área hospitalar. Depois, em laboratório e, por último, na indústria.

Depois dessa experiência no mercado de trabalho ela viu a oportunidade de empreender e mudar de vida. “O meu último emprego foi na indústria, no setor de qualidade. Assim que o farmacêutico ganhou o direito a estética, eu iniciei na especialização nessa área”.

Ou seja, após a conclusão da graduação, a Cristiane e os colegas de turma ainda não poderiam trabalhar nessa área. Mais tarde, quando estava no mercado de trabalho, isso aconteceu, com novas portas sendo abertas aos profissionais da saúde. Tudo a partir da pós-graduação em estética.

Quando saiu do emprego de farmacêutica na indústria, onde ocupava um cargo de supervisão, a farmacêutica tinha uma condição financeira legal, ela lembra. E isso gerou um pouco de medo na hora de enfrentar o desafio novo. “Hoje eu não me arrependo: o faturamento é 10 vezes maior”.

A clínica da farmacêutica esteta de SC

Major Vieira é uma cidade bem pequena de Santa Catarina que fica a pouco menos do que 6 horas da capital Florianópolis. Foi lá que a Cristiane de Oliveira montou a sua clínica de saúde e beleza, a Corpele. “Eu quero estar lá e continuar atendendo bem os meus clientes”.

Aí vem uma pergunta: como aconteceu a mudança repentina na vida da Cristiane? Na verdade, é uma história curiosa porque ela já já teve contato antes com essa área. Veja como ela explica o fato:

Eu tive contato com a estética quando tinha 18 anos. Trabalhei com uma médica esteta, que na época atuava com harmonização, endermologia e outros procedimentos corporais. Foi aí que eu conheci a estética corporal”.

Depois veio a oportunidade de se especializar e trabalhar na estética. “Eu havia acabado de me separar e estava mudando para a minha cidade natal. Foi aí que o farmacêutico ganhou direito à estética e eu vi uma chance de empreender”. Ela não pensou duas vezes e arriscou!

A 1ª clínica de estética farmacêutica de SC

Cristiane conta que foi nesse momento que teve o estalo que seria fundamental para a mudança de vida. “Eu voltei para a estética porque poderia responder como Responsável Técnica (RT). Para isso, fiz a 1ª pós-graduação de Farmácia Estética do Nepuga em Curitiba (PR)”.

O resultado foi extraordinário. “Eu fui a primeira clínica de estética farmacêutica em Santa Catarina. Tenho ela há 7 anos. Hoje, eu trabalho com os meus pacientes fazendo procedimentos faciais e corporais”.

farmacêutica esteta de SC

Agora, a farmacêutica esteta de SC diz que está em outro momento. “Estou em uma fase que não consigo fazer tudo com as duas mãos. Então, eu tenho que treinar as pessoas para ficarem iguais ou até melhor do que eu. Isso para poder atender bem as pacientes porque nós trabalhamos com a fidelização”.

E parar de estudar nunca foi uma opção. Depois da especialização em Farmácia Estética ela entrou em um novo curso, o de Ozonioterapia. “Porque ele agrega com um monte de outros tratamentos e fecha protocolos”, ela comenta.

A especialização em ozonioterapia da farmacêutica

A Cristiane de Oliveira diz que é farmacêutica e sabe que o requisito para trabalhar com ozônio é de 200 horas, conforme o Conselho de Farmácia. “E eu quero ter mais essa especialização no meu portfólio. E também agregar esse valor na minha clínica”.

O motivo pelo qual ela procurou essa nova área tem a ver com o mercado também. “Eu já tive procura de pacientes. O pessoal já vem pedindo os procedimentos com ozônio”.

Por isso, as expectativas são as melhores conforme a realidade e as experiências deles. “Geralmente, a pessoa vem porque já conheceu alguém que já fez, como o pai ou a mãe. Eu quero ter essa expertise de poder atuar tanto na parte clínica como na estética”.

Quem não conhece o uso de ozônio na área da saúde, considere que ele permite a entrega de resultados que agregam valor em vários tratamentos. “Por exemplo, a flacidez pode ser tratada com uma radiofrequência e mais o ozônio”.

A estética para os farmacêuticos

A Cristiane diz que quando saiu do emprego de farmacêutica da indústria, ela estava em um cargo de supervisão, com uma condição financeira agradável e foi isso que mais gerou medo. “Só que hoje eu não me arrependo porque consigo ter um faturamento que é 10 vezes maior”.

Além da melhora nas finanças, conta que essa área tem outros benefícios. “Uma das coisas mais legais é ajudar os pacientes. Quando você trata uma paciente, traz autoestima para ela. Você não cuida apenas do físico, mas acaba tratando o psicológico dessa pessoa também”.

Outra história que vale a pena conhecer é de uma profissional que levou a biomedicina estética para a Europa, se tornando uma referência em Dublin conheça!

No caso do uso de ozônio, comenta que ele traz uma certa preferência por parte dos clientes. “Você pode melhorar a dor de uma pessoa sem ela ter que inserir mais medicamentos e sem ter que se intoxicar com isso. É muito prazeroso e faz muito bem para você e para a paciente“.

Para quem está com dúvidas sobre empreender na saúde estética, há mais um conselho de uma farmacêutica que teve sucesso: “a possibilidade de ter o próprio negócio e trabalhar com ele como grande atrativo. O retorno financeiro é só uma consequência”.

Um passo de cada vez, diz a farmacêutica esteta de SC!

Em resumo, temos acima a história de uma farmacêutica esteta que morou em Curitiba por 18 anos e abriu a própria clínica de estética no interior de Santa Catarina após a especialização em Farmácia Estética. Agora, ela cursa ozonioterapia.

Os motivos que levam essa profissional da saúde para o novo caminho variam: separação conjugal e mudança de cidade. Só que ela não se arrepende de ter empreendido porque conseguiu observar vários benefícios, como flexibilidade, autonomia e lucro.

A dica final dela é: um passo de cada vez. “Para quem está começando, eu digo: ‘comece’. Primeiro, você tem que ser bom em uma coisa. Depois, você vai ampliando o seu know-how. Estudar sempre e não parar nunca”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤