Especialização Estética: Tratamento de acne e cicatrizes com PRP

Em busca da obtenção do título de especialista em estética, as alunas egressas Ana Clara Silva Moreira, Bárbara Anne Júlio Papa, Flávia Andrade de Menezes e Lucélia Santos Buzato, submeteram sua monografia à banca examinadora do Nepuga/FAPUGA. O grupo formado por três biomédicas e uma farmacêutica, teve como desafio encontrar um tema que integrasse de […]
Biomedicina Estética - PRP

Em busca da obtenção do título de especialista em estética, as alunas egressas Ana Clara Silva Moreira, Bárbara Anne Júlio Papa, Flávia Andrade de Menezes e Lucélia Santos Buzato, submeteram sua monografia à banca examinadora do Nepuga/FAPUGA.

O grupo formado por três biomédicas e uma farmacêutica, teve como desafio encontrar um tema que integrasse de maneira dinâmica os conceitos abordados na pós-graduação em Biomedicina Estética, e também em Farmácia Estética.

Concluindo o programa de pós-graduação em 2019, na unidade de Belo Horizonte-MG, o tema escolhido para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do grupo foi: “Tratamento de acne e suas cicatrizes com o uso de plasma rico em plaquetas (PRP)”.

Obtendo nota máxima retificada pela Comissão Examinadora, o TCC entra para a biblioteca do Nepuga/FAPUGA com o selo de Destaque Acadêmico. Investigando o uso do PRP no tratamento de acne, a conclusão final do estudo aponta resultados eficazes.

“O presente trabalho teve como objetivo verificar o uso do plasma rico em plaquetas como tratamento de acne e suas cicatrizes. Para isso, é necessário entender sobre os meios que envolve a acne e suas cicatrizes, compreender a etiopatogenia da acne e os cinco graus da acne, conhecer o princípio do PRP, dos fatores de crescimento, método de preparação e o método de aplicação desta técnica”.

De acordo com a definição apresentada no trabalho, a acne é o nome utilizado para caracterizar espinhas e cravos que se apresentam devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. 

“Apesar de atingir de maneira mais grave o sexo masculino, a acne acomete ambos os sexos, possuindo maior persistência no sexo feminino. Além do desconforto causado pelas lesões, a acne atinge também esferas psicológicas devido à preocupação estética, principalmente no período da adolescência”.

Em geral, a acne é vista como um fator comum na adolescência, mas em alguns casos, a acne pode gerar consequências na vida adulta. “Um adolescente com acne pode se tornar uma pessoa insegura, acanhada, depressiva, infeliz e com baixa autoestima, desencadeando sérias repercussões pelo resto da vida”, ressalta. 

Dentre os procedimentos estéticos utilizados, é preciso verificar o mais indicado a cada caso, “Existe um amplo leque de procedimentos para tratar a acne, dentre eles a dermoabrasão química, laser, lipoenxertia e tratamentos com preenchimento cutâneo. Entretanto, a maioria deles, oferece resultados não muito satisfatórios, por possuírem limitações e podem vir a causar consequências negativas”.

Dra. Bárbara Anne

Assim, o PRP entra como uma alternativa eficaz de tratamento para a acne e suas cicatrizes, “PRP é o nome dado para o plasma rico em plaquetas. O PRP é a fração do sangue com elevada taxa de plaquetas (acima da concentração basal de 150.000- 350.000pl/uL). Os fatores de crescimento estão presentes nas plaquetas, e possuem uma grande importância no processo de cicatrização, incluindo proliferação, migração e diferenciação celular, síntese de colágeno, formação de tecido de granulação e angiogênese”.

Segundo o grupo de especialistas, o modo de ação da aplicação do PRP nas cicatrizes é baseado em ocasionar leves inflamações, o que estimula a cascata da cicatrização, auxiliando também na reparação do tecido. “Devido a esse sistema, o colágeno recém-formado progride e se aprimora, ganhando elasticidade. Esta elasticidade é a responsável por dar aspecto ameno às cicatrizes”. 

Através da análise de diversos estudos, as pós-graduandas chegaram a uma conclusão: “Verificou-se que o uso do PRP pode amenizar as marcas e cicatrizes, ocasionando melhora no aspecto em todos os tons de pele. O Plasma rico em plaquetas possui muitas vantagens, dentre elas está que é um produto autólogo, o que faz com que não seja necessário um doador e diminui consideravelmente a chance de infecção e de recusa do tratamento”.

Confira o Trabalho de Conclusão na íntegra!

: Moreira, A. C. S; Papa, B. A.J; Menezes, F. A; Buzato, L. S. Tratamento de acne e suas cicatrizes com o uso de plasma rico em plaquetas (PRP). Nepuga/Fapuga. Belo Horizonte – MG.

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤