Enfermagem Estética: a flexibilidade de horário que permitiu a Dra. Talita cuidar de seu filho

Conheça a história da Dra. Talita, pós-graduanda em Enfermagem Estética que descobriu na área a oportunidade de ficar mais tempo com o filho.
enfermagem estética

Para muitos enfermeiros, a pós-graduação em Enfermagem Estética é um novo caminho fora dos plantões e das rotinas exaustivas dos hospitais e das emergências. Mas, para a Dra. Talita Miazzo, pós-graduanda em Enfermagem Estética no Nepuga, a especialização não traz apenas os benefícios de uma rotina menos intensa. 

Com a pós-graduação em Enfermagem Estética, ela encontrou a possibilidade de ter mais tempo e trabalhar de acordo com a sua disponibilidade, para ficar com seu filho que demanda muitos cuidados, por ser autista. 

Conheça mais a história da Dra. Talita Miazzo, que hoje concilia sua rotina de trabalho e estudos, com os cuidados com seu filho. 

Mudança de rotina: a Enfermagem Estética como solução 

Há oito anos trabalhando dentro de hospitais, a rotina da Dra. Talita sempre foi muito intensa. Mesmo com a vinda do seu filho, ela tentou conciliar a vida profissional, na área emergencial, com a sua família. 

Mas tudo mudou quando a Dra. Talita recebeu a notícia sobre o seu filho. Diagnosticado com autismo, a enfermeira esteta viu sua vida mudar drasticamente da noite para o dia. 

“Eu esbarrei com a questão do meu filho, pois ele é autista. Recebi  recentemente o diagnóstico e agora, preciso me dedicar mais a ele. Quase todos os dias, tenho que levá-lo para a terapia, dentre outras coisas, e com os plantões, mesmo trabalhando a noite, estava muito difícil”, explicou.

Com o trabalho noturno, a pós-graduanda em Enfermagem Estética chegava em casa após o expediente e precisava se dedicar totalmente ao seu filho, o que começou a se tornar inviável. 

“Eu chegava em casa depois dos plantões de 12 horas por 36 horas e não conseguia descansar. Somente de sexta-feira que ele não tem terapia, mas eu cuido da mesma forma e desse jeito, está muito complicado de conciliar”. 

Foi nesse momento que encontrou a pós-graduação em Enfermagem Estética do Nepuga. A Dra. já conhecia o mercado estético, porém nunca pensou em se especializar na área. Apenas quando descobriu que poderia fazer os seus próprios horários e assim, conseguir cuidar do seu filho, foi que a Enfermagem Estética se tornou uma opção. 

Muito mais que a flexibilidade de horários: o retorno financeiro

Atualmente, a Dra. Talita concilia o trabalho no hospital, os estudos e a rotina com o filho. “Não posso dizer que é fácil. Eu estou conseguindo conciliar. É cansativo? É cansativo sim, mas no final, vai valer a pena”, fala a pós-graduanda. 

Mesmo sem finalizar a especialização em Enfermagem Estética, pouco tempo após o início da Vivência Clínica no Nepuga, a Dra. já deu início aos seus atendimentos. Como tem experiência na área da beleza, começou a ofertar alguns procedimentos específicos que já tem habilidade para realizar. 

“Eu já estou atendendo. Comecei a divulgar meus trabalhos na área e realizo alguns procedimentos que já tenho habilidade. E é chocante como que, mesmo não fazendo tudo o que a especialização me permite atuar, eu já tenho um grande retorno financeiro. É uma diferença boa na minha renda e isso, porque ainda estou no início, no básico, imagino quando realmente começar a exercer a profissão!”, falou a Dra. 

Planejamento para o futuro dentro da Enfermagem Estética 

Mesmo já atendendo na área, a Dra. Talita tem expectativas para o futuro: ela pretende abrir uma clínica assim que finalizar a pós-graduação em Enfermagem Estética. 

“O que eu mais quero é abrir o meu próprio negócio assim que tiver com meu certificado em mãos, porque estarei apta para realizar todos os procedimentos de Saúde Estética permitidos para os enfermeiros”, comentou entusiasmada. 

Mas, a expectativa principal é sair completamente do hospital e conseguir se dedicar mais ao seu filho. Como ainda não finalizou a especialização em Enfermagem Estética, a Dra. está dividindo o seu tempo de trabalho entre a emergência e a estética. 

“Eu já vejo o retorno financeiro e é muito bom. Porém, acredito que para empreender e ter a segurança que preciso oferecer ao meu filho, pretendo fazer uma transição de carreira e conciliar, por no máximo uns três meses a rotina do hospital e da estética”, finalizou a Dra. Talita.

Comentário (2)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤