Biomédica Esteta deixou a CLT para investir na estética

Essa biomédica esteta foi chamada de louca pode deixar a CLT e investir na área. E o resultado surpreendeu: atualmente, ela tem duas clínicas.

Quando optou por investir na estética, ela foi chamada de louca. Porém, conta que em 1 semana trabalhando meio período na sala que montou teve o mesmo retorno que teria em um mês de trabalho na empresa com CLT. “Investir em conhecimento é o melhor caminho”.

A história que vem nas próximas linhas é de Carla Camargo. Ela é uma biomédica esteta que fez uma pós-graduação e mudou a vida profissional. O investimento inicial foi baixo (R$ 1 mil) e o retorno é imensurável porque vai além do financeiro.

O começo da carreira

Graduada em Biomedicina pelo Centro Universitário em Itu (SP), Carla Camargo iniciou a pós-graduação em Biomedicina Estética no ano de 2013 em São Paulo. Por motivos pessoais, precisou parar. Mas, retornou aos estudos e finalizou o curso em 2018.

Foi de grande importância no meu aprendizado e para o meu currículo. Eu sempre indico o Nepuga”. A biomédica esteta conta que as aulas práticas foram fundamentais para aplicação de vários procedimentos. “É uma área em ascensão, porém, é necessário se manter atualizado”.

A profissional avalia que o investimento em estudo é o melhor caminho para a profissionalização na área da estética. “Conhecimento é poder”, diz.

Agora, o que você precisa conhecer sobre a Carla Camargo é que ela deixou um emprego estável de 10 anos para investir na estética. E o resultado foi incrível. Só que antes de saber como foi essa virada de chave na vida profissional dela, entenda como ela atua no mercado atual.

A ozonioterapia

A partir das aulas da pós, a Carla Camargo começou a conhecer um mundo de possibilidades dentro do mercado da estética, que ela sabia que poderia ser lucrativo. Uma delas foi a ozonioterapia.

A minha turma da pós-graduação era muito boa, com excelentes professores. E foi aí que eu descobri a ozonioterapia. E eu me apaixonei por ela. Hoje, eu associo essa técnica em praticamente todos os meus procedimentos estéticos”.

A mudança na carreira

Agora que você conhece um pouco mais do início da carreira da Carla Camargo e do curso de ozonioterapia, vamos ver como foi a virada de chave na vida da biomédica esteta.

biomédica esteta

Louca”. Assim, ela foi chamada no começo. E o motivo é simples: deixou para trás um emprego fixo de mais de 10 anos, com carteira assinada, para investir na estética. Isto é, no próprio sonho. “Tem que ter coragem. Te acham louca por deixar essa estabilidade”.

O investimento inicial foi pequeno comparado com o retorno que ela teve. “Comecei investindo R$ 1 mil”. E a Carla Camargo também usou uma estratégia que deu muito certo: paciente modelo. “As pessoas me pagavam apenas o material porque eu precisava ter um portfólio”.

E em menos de 5 anos, veio o resultado, rápido e crescente. “Em 1 semana trabalhando meio período na minha sala, eu tirava o mesmo que o mês todo como CLT na empresa”.

Atualmente, a biomédica esteta possui duas salas de atendimento, sendo uma em um centro empresarial super conceituado. Aplicou R$ 300 mil em equipamentos e mais de R$ 50 mil em novos cursos. “Eu nunca mais parei de estudar. Hoje, faço todos os cursos possíveis”.

Na prática, sabe o que isso tudo significa, além dos números? “Uma vida digna para mim e para os meus filhos”.

Trabalhar com a estética vale a pena?

Além da evolução na vida profissional e dos benefícios para o lado pessoal, a biomédica esteta também observa outros pontos importantes de se investir na estética e na ozonioterapia.

Hoje eu notei que através da ozonioterapia eu não trato apenas a disfunção estética, mas também a autoestima. Eu cuido da saúde das pessoas. Eu melhoro a qualidade de vida delas. Além de as deixarem mais feliz”.

Dessa forma, ela consegue ver além do lado financeiro. “Por isso, digo que o meu trabalho é muito bem remunerado em dois sentidos: financeiramente e satisfação dos meus pacientes”.

Por que profissionais podem investir na estética

A Wanessa Vieira é farmacêutica que também viu a sua vida mudar após iniciar a ascensão na carreira a partir da área estética. Como a drogaria ocupava muito tempo, ela optou pelo curso de Farmácia Estética. Esse é outro caso de sucesso que você pode conhecer.

Barbara Silva de Jesus é biomédica e a mudança aconteceu quando ingressou no mercado da Biomedicina Estética. “Eu tenho filhos pequenos que demandam muito cuidado e com a própria clínica, eu consigo organizar o meu tempo”.

A Arleyr Batista diz que a Biomedicina Estética foi um divisor de águas na vida dela. “Eu logo comecei a investir e ainda na pós estava montando o meu espaço para aprimorar o conhecimento e exercitar as técnicas”. Hoje, ela está com duas unidades abertas.

Para Carla Camargo, o conhecimento “é o único investimento realmente seguro e rentável”. E ela afirma que não tem idade mínima ou idade certa para investir na estética.

Quando uma pessoa me fala que já tem mais de 30 anos e por isso não vai estudar, eu respondo. Eu digo que daqui há 2 anos ela vai ter 32 anos, do mesmo jeito, com ou sem a pós. Então, que seja mais velha e mais inteligente”, brinca a biomédica, que está feliz da vida na sua profissão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤