polo nepuga ribeirão preto

Polo Nepuga Ribeirão Preto: Dra. Ana Carolina Puga participa da aula prática de Injetáveis II

Neste mês de março, o Polo Nepuga em Ribeirão Preto abriu agendamento para aulas práticas que aconteceram do dia 05 a 16 de março. Pós-graduandos e alunos de curso vieram de toda a região colocar em prática aquilo que aprenderam dentro de suas casas, de forma online e aulas via zoom.

Foram dias de muito aprendizado na estética, na ozonioterapia e também muito Networking, onde pós-graduandos, professores e doutores compartilharam experiências e agregaram mais do que técnicas em sua vida, mas também somaram valor. 

Em alguns dias, a Prof.ª Dra. Ana Carolina Puga marcou presença nas aulas práticas e acompanhou de pertinho o desenvolvimento dos profissionais estetas. Veja o que rolou nesses dias em Ribeirão Preto. 

Dra. Ana Carolina participa de aulas práticas em Polo Nepuga Ribeirão Preto

No domingo (13), a Dra. Ana Carolina, fundadora e proprietária do Nepuga, compareceu na aula prática de Injetáveis II e deu dicas, conselhos, atendeu pacientes modelo e ensinou os pós-graduandos presentes a realizar o método PugaCode. 

“Aplicar toxina é como andar de bicicleta, a musculatura não muda. Existe a marca no olhômetro, mas você estará sempre arriscando, podendo dar intercorrências, colocando mais doses do que deveria, já com o método não tem esse risco”, explica a Dra. Ana. 

Acerca dos conteúdos ministrados em todos esses dias, a Mãe da Biomedicina Estética falou sobre a importância de se empenhar nos treinamentos das aulas práticas e fora delas também.

“O comprometimento é a parte principal do sucesso de vocês. Vocês estão aqui, investindo tempo e dinheiro, então façam perguntas, tirem todas as dúvidas, não deixem para depois. Fiquem até o último minuto e aproveitem ao máximo”, aconselha, a Dra. 

Além do tempo para aprendizado, também tiveram um momento de descontração, quando a Dra. Ana Carolina convidou todas as pós-graduandas para gravar um vídeo viral para as redes sociais. O conteúdo está disponível nas contas @dra.anacarolinapuga e @nepugaposgraduacao.

Depoimentos de Pós-graduandas

Quando nosso time de marketing visita polos e unidades Nepuga pelo país, além de captar imagens e vídeos das aulas práticas para nossas redes sociais e canais de comunicação, também é um momento livre para pós-graduandos – que se sentirem à vontade – contarem sobre suas experiências com o Nepuga e com a Estética.

No domingo (13), duas pós-graduandas comentaram sobre a experiência da aula prática e o que acham sobre a trajetória da Dra. Ana Carolina Puga, que conheceram pessoalmente no Polo em Ribeirão Preto.

“Eu acho sensacional a luta que ela teve, de abrir as portas da Saúde Estética para os profissionais da saúde, uma área que antes era só dos médicos. Então eu sempre admirei ela, porque eu tenho muito médico na família, e por eu ser farmacêutica, eu via até certo preconceito comigo e às vezes a gente entende até mais, no caso dos fármacos. Então eu fui assistindo os vídeos dela e fiquei com uma admiração total, então eu escolhi fazer minha Pós em Farmácia Estética do Nepuga por causa dela e por toda a admiração.” 

Flavia Maria Gomide Martins – Pós-graduanda em Farmácia Estética

“Eu acho ela maravilhosa, a pioneira na estética foi uma mulher, não só por ser da área da beleza, mas por ter uma luta muito grande e ela enfrentou várias barreiras. É uma luta muito bonita, eu admiro muito. Hoje eu tive o prazer de conhecê-la, porque a gente conhece de vídeo e sobre o trabalho, mas pessoalmente ela se mostrou uma pessoa muito simples e acolhedora.”

Célia Regina Figueira de Assis – Fisioterapeuta, Pós-graduanda em Saúde Estética

biologia estética

Biologia Estética: Dra. Emília Ferreira encontra na Estética o tempo livre que precisava para seu filho

A Biologia Estética pode ser algo novo para os biólogos, uma vez que a Resolução nº 582/2020 que respalda sua atuação aconteceu no final de 2020. Entretanto, a ideia de adentrar este campo da saúde sempre esteve presente na vida dos profissionais.

Mesmo que na graduação de biologia as vertentes oferecidas girem em torno da zoologia, área ambiental ou de saúde, o biólogo sempre soube que podia ir além. Inclusive, outro ponto que pesa bastante para os profissionais dessa categoria é a abertura para o mercado de trabalho.

A Dra. Emília Delarmelina Ferreira se formou em biologia em 2009 e desde então atua na área da educação. Realizou mestrado em biologia animal, trabalhou com morcegos no pantanal e mamíferos. Mas após terminar o mestrado se deparou com dificuldades para entrar no mercado de trabalho.

Devido ao impacto, mudou completamente o rumo da área de estudos e iniciou seu doutorado em análises clínicas. Em 2019, junto com a chegada da pandemia, começaram as dificuldades que a levaram até a Biologia Estética. Uma história inspiradora e que você vai conhecer neste Case de Sucesso!

Biologia Estética: oportunidades, liberdade e autonomia

Ao mesmo tempo que o Brasil começava a sentir os indícios da pandemia, a área de pesquisa passou por dificuldades em investimentos, o que afetou o doutorado da Dra. Emília. Neste mesmo período, seu filho de seis anos foi diagnosticado com ataxia e epilepsia refratária e, desde então, está em internação domiciliar. 

“Eu vi a estética como uma possibilidade de eu trabalhar dentro da área da saúde, que eu já atuava, mas ao mesmo tempo me manter próxima ao meu filho. Hoje, minha expectativa com a estética é ter mais tempo para ficar próxima do meu filho, poder fazer meu próprio horário e continuar na área da saúde, que sou apaixonada desde quando comecei”, conta a Dra.

A bióloga conta que sempre teve paixão pela estética, primeiramente como usuária, mas sempre teve uma tendência por essa área. No entanto, como bióloga não poderia atuar. 

Logo que a resolução que habilitou o biólogo em estética saiu no final de 2020, a Dra. Emília  aguardou o tempo ideal e iniciou sua Pós-graduação em Biologia Estética em 2021.

“Eu tinha intenção de fazer biomedicina só para trabalhar com estética, mas essa questão de ir para a sala de aula me prenderia novamente. E como a pós é parte online e parte presencial, e nos dá a flexibilidade de escolher o dia que vai fazer a aula prática, isso me viabilizou estudar, o que uma graduação não me viabilizaria”, explica. 

Expectativas: retorno financeiro e liberdade 

Mesmo que ainda não tenha terminado a especialização, a bióloga explica que já atua com alguns procedimentos que não exigem a conclusão da pós, como dermopigmentação estética e paramédica, perfurações, projetos auriculares e outros.

“Eu tenho sim uma expectativa grande de ter um retorno financeiro, mas eu não me imagino uma pessoa extremamente rica, porque a minha intenção dentro da estética é que, por ter um bom retorno financeiro, eu não precise trabalhar por tanto tempo e ter mais tempo livre para ficar com meu filho, ou seja, ter um bom retorno financeiro sem precisar trabalhar todos os dias da semana”, ressalta. 

Biologia Estética como prioridade e uma ‘boa promessa para biólogos’

A bióloga é formada há quase 13 anos e pontua que a biologia é uma área muito ampla. Algo interessante da graduação, inclusive, é que era uma das faculdades com uma carga horária ‘bem pesada’, se comparada a outras possibilidades da área da saúde que ela tinha na época.

“Era até um pouco frustrante a gente ter uma carga tão grande de matérias e não poder atuar na estética. Porque a gente aprende muito dentro da biologia sobre a área da saúde, aprendemos, praticamente, o que todos os outros da saúde oferecem, como farmácia, biomedicina, medicina, enfermagem, é muito amplo nosso estudo acerca da área da saúde”, explica. 

A Dra. Emília ressalta que a dedicação nos estudos é extremamente importante para se sobressair, mas além disso, que há espaço para todos na área que desempenham um bom trabalho e gostam do que fazem. 
“Para os biólogos que gostam da área da saúde, a estética é uma promessa muito boa. É muito gostoso você trabalhar, ver a expectativa no seu paciente e ver a felicidade no rostinho dele após o tratamento. Até então ficávamos muito presos dentro dos laboratórios (que também é legal), mas é bom a gente ter agora essa outra possibilidade, principalmente para quem gosta de trabalhar com pessoas”, finaliza a Dra.

enfermagem estética

Dra. Nathany Kelly encontrou na Enfermagem Estética a autonomia que procurava

Após finalizar o ensino médio, para aqueles que desejam seguir os estudos e ingressar em uma faculdade, é momento de analisar com cautela a carreira que escolheria e o que passaria estudando nos próximos anos, certo? Sim, mas não é a realidade de muita gente, inclusive da Dra. Nathany Kelly de Oliveira, que escolheu enfermagem “no susto”. 

Como suas primas já estavam seguindo o mesmo caminho na época, Nathany decidiu optar pela mesma graduação. Entretanto, assim que terminou a faculdade foi para o mercado de trabalho e teve um grande impacto com o que viu.

“Eu me deparei com profissionais exaustos, carga horária exaustiva e salário baixo. E o pior para mim foi a carga horária, que eu não conseguia me encaixar e me ver naquilo”, revela a Dra. Nathany.

E a Enfermagem Estética era a saída, ou melhor, a porta de entrada para uma rotina de trabalho com flexibilidade de horário e mais autonomia para a enfermeira. Conheça a trajetória da Dra. Nathany Kelly, de Belo Horizonte-MG, neste Case de Sucesso

Enfermagem Estética: a percepção de que o enfermeiro pode mais

“De plantão em plantão, eu via profissionais trabalharem em dois ou três empregos e era como se aquilo não se encaixasse na minha vida”, conta.

A realidade dos plantões da enfermagem é, de certa forma, assustadora. Pois são salários e rotinas incompatíveis com o real valor do profissional, além de abdicarem de finais de semana e feriados.

Foi pensando nisso que Nathany entendeu que aquela vida não era para ela, então começou a buscar por outras alternativas. Ficou quatro anos trabalhando com depilação a laser e investiu numa pós em acupuntura. Entretanto, ela terminou a pós e voltou para a enfermagem, onde trabalhou com atenção básica.

A enfermeira aponta que não era ruim, ela gostava do trabalho que fazia, só não era exatamente o que queria para sua vida. E foi em um dia de trabalho que era começou a pesquisar sobre a Enfermagem Estética e decidiu dar o primeiro passo para a liberdade e autonomia profissional.

“Eu tinha uma visão muito pequena, achava que eu não poderia fazer muita coisa, que a enfermagem não iria me permitir. Então vi alguns vídeos, inclusive um da Dra. Ana Carolina Puga, mostrando como o enfermeiro poderia estar atuando com a Saúde Estética e resolvi fazer minha matrícula, no susto também”, lembra a Dra. Nathany.

Mais que uma profissão, um propósito de vida

“Quando comecei as aulas, eu me encantei imediatamente. Era como se eu estivesse me descobrindo e o meu propósito de vida também”, ressalta.

Nathany explica que quando iniciou sua pós ainda estavam nas restrições da pandemia, por isso não pôde realizar as aulas práticas naquele momento. Sua iniciativa foi finalizar toda a parte teórica e, quando liberado, realizar as práticas, como está acontecendo agora. 

“Eu estou simplesmente apaixonada. É como se tivesse me aberto todo um campo, uma visão de um todo na estética”, conta a Dra.

A falta de autonomia era uma das coisas que mais chateavam a Nathany quando era enfermeira em hospitais, por isso, um de seus objetivos agora como Enfermeira Esteta é abrir seu próprio consultório.

“Com a estética eu posso ter independência financeira, sucesso e reconhecimento profissional, estabilidade, além de poder ter meus horários, poder fazer minha própria agenda”, afirma.

E para finalizar, a Dra. Nathany deixa um conselho para seus colegas enfermeiros. “Você não precisa ficar fechado dentro de um hospital, é claro que têm pessoas que gostam e querem se dedicar a isso, mas existem outros caminhos, outro mundo e eu acho que outras pessoas podem se encontrar assim como eu me encontrei”, conclui. 

dia da mulher

Nepuga promove Movimento pelo Dia da Mulher e trabalha ações em suas Redes Sociais

No dia 08 de Março celebramos o Dia Internacional da Mulher, data essencial em nosso calendário para a sociedade reconhecer e ressaltar a importância em combater a desigualdade de gênero e lutar por mais respeito pelas mulheres em qualquer ambiente ou posição que estiverem.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, essa data não foi criada para fins comerciais, mas sim como uma forma de homenagear mulheres que trabalhavam em fábricas e lutaram por melhores condições de trabalho no final do século 19.

Dia após dia, enfrentamos e derrubamos barreiras, e, comumente, vemos casos e estudos que mostram como as mulheres – em muitas áreas profissionais – recebem um salário menor que o dos homens, simplesmente por serem mulheres.

Entretanto, há áreas que rompem com essa cadeia de diferenças salariais, e a Saúde Estética se enquadra entre elas. Nosso mercado reduz relativamente bem as diferenças entre aqueles que atuam e entendemos nossa importância como formadores desses profissionais. 

Reconhecendo a importância desta data para a sociedade e para nosso setor da Saúde Estética, o Nepuga trabalhou com várias ações para ressaltar o valor das mulheres na vida de cada colaborador. Além disso, a Dra. Ana Carolina Puga também compareceu na Vivência Clínica do polo de Ribeirão Preto e fez uma surpresa para as alunas presentes.

Um brinde: Dra. Ana Carolina Puga surpreende alunas em aula prática no polo de Ribeirão Preto

No polo de Ribeirão Preto estão acontecendo as aulas práticas para os pós-graduandos da região desde o dia 05 de março e terminam dia 12. E aproveitando a oportunidade, a Dra. Ana Carolina Puga surpreendeu as alunas no final do dia e trouxe champanhe para brindar o Dia da Mulher.

“São todas mulheres vencedoras, guerreiras, que lutaram para estar aqui, não é fácil, mas as vencedoras ficam, permanecem. Trouxemos champanhe para comemorar o Dia da Mulher e fazer um brinde a todas nós”, comentou a Dra. Ana Carolina. 

Movimento pelo Dia da Mulher

Os princípios celebrados e exaltados no Dia da Mulher precisam ser colocados em prática diariamente. Somos uma IES fundada e liderada por uma mulher e entendemos a importância e quanta luta foi necessária para o Nepuga estar onde está hoje. 

Cientes disso e da nossa representatividade no meio, o Nepuga realiza a Semana da Mulher e preparou uma série de ações para celebrar mulheres incríveis e inspiradoras.  

Em nossas Redes Sociais, haverá uma série de publicações sobre o Dia da Mulher, exaltando desde nossas gestoras e coordenadoras até nossas pós-graduandas, falando sobre as ascensões no mercado da Saúde Estética e como as mulheres estão investindo em um futuro com autonomia e liberdade financeira. 

Internamente, criamos missões envolvendo todos os colaboradores do Nepuga, seja ao postar livros e filmes escritos e produzidos por uma mulher, até mesmo personagens, homenagear colegas de trabalho e várias outras a fim de, realmente, criarmos um Movimento pelo Dia da Mulher. 

Você também pode participar desta ação, basta compartilhar algo em seu perfil do Instagram exaltando uma mulher que você admira, marcar o @nepugaposgraduacao e repostaremos todos em nossos stories. 

biomedicina estética

Dra. Michele Said se reencontra na Biomedicina Estética após a pandemia

Escolher uma profissão no impulso pode até parecer uma má ideia, mas tem quem acerte em cheio e se encontra no curso que optou. Com a Dra. Michele Said Petzold Habib, biomédica e bióloga, foi assim. Escolheu biomedicina para cursar, nem sabia exatamente o que o profissional fazia, mas já gostou desde o primeiro dia. 

A Dra. mora em Prado – BA, uma cidade pequena e com poucas oportunidades para sua área, mas logo que se formou conseguiu passar em um concurso como professora para o ensino médio e garantiu sua renda inicial. Logo depois precisou cursar licenciatura em biologia para continuar como professora em sua cidade e ficou nesta profissão por sete anos.

Entretanto, com a pandemia, foi afastada do cargo e viu a necessidade de atuar em outra área para garantir sua renda. Não estava em seus planos deixar a pequena cidade, onde já tinha sua vida estruturada, então encontrou na estética as oportunidades que precisava. 

“Eu não tinha como sair da minha cidade para crescer dentro da minha profissão, eu precisava ficar lá, eu tenho uma vida estruturada lá. E aí apareceu a estética como uma pedra de salvação, no sentido que eu iria atuar na minha área e teria uma renda legal, juntando o útil ao agradável”, comenta a Dra.

Conheça neste Case de Sucesso, a jornada da Dra. Michele Said até chegar na Biomedicina Estética

Biomedicina Estética: escolha por conforto, necessidade e retorno

A biomédica esteta é casada há 17 anos, tem uma filha pequena, é professora e ainda é proprietária de uma pizzaria em sua cidade. Mesmo com todas essas atribuições e desafios, a estética tornou- se o principal alvo da Dra. Michele.

“Eu não entrei na estética para ser igual a todo mundo, não. Eu entrei na estética para fazer a diferença na vida das pessoas e, consequentemente, na minha”, revela. 

Ela explica que, antes de começar a pós, não conhecia exatamente a gama de serviços que a estética poderia oferecer. A Dra. aponta que, inclusive, muitas pessoas de fora da estética acreditam que quem faz estética vai mexer a vida inteira com limpeza de pele, massagem, drenagem e ainda não relacionam a estética à saúde. 

“A estética é saúde. A gente vive um momento de muitas doenças da alma, como ansiedade e depressão, e depois que você faz um procedimento estético num paciente e ele sai feliz, é como se tivesse dado uma injeção de ânimo nele”, diz.

Além disso, ela ressalta que, para ela, cada procedimento estético transforma aquilo que já é bonito, pois cada pessoa tem sua individualidade, seus detalhes e diferenças, mas que se é possível melhorá-los, por que não fazer?

“Estamos conseguindo, através de associações de procedimentos, resultados muito bons que saem bem mais barato, e isso faz com que pessoas que antes não poderiam pagar por um procedimento estético cirúrgico com médicos ou cirurgiões plásticos, agora podem. Então estamos democratizando a estética”, refletiu. 

Um oceano azul para explorar e atuar

Como prioridade, a Dra. Michele queria encontrar uma área para atuar que não a fizesse mudar de cidade, uma vez que ela tinha sua vida toda estruturada e estabilizada em Prado. E a Biomedicina Estética foi a melhor opção, tendo em vista que seu município é carente de profissionais da estética. 

E com o empreendedorismo já em seu sangue, além de continuar a frente da pizzaria, também já planeja abrir sua clínica de estética em sociedade com uma amiga fisioterapeuta. 

“A minha cidade é muito tranquila, mas também é carente de muitos serviços, inclusive da estética. Para realizar qualquer procedimento relacionado à saúde ou estética, é preciso ir à cidade vizinha, que fica a uns 90km de distância. Então, levar esse tipo de serviço para lá vai ser muito bom, uma vez que a pessoa não vai precisar se deslocar e perder um dia em outro município”, pensa. 

E para reforçar seu nome no mercado, a Dra. Michele explica que escolheu a sua pós-graduação em Biomedicina Estética estrategicamente.

“Eu escolhi a Nepuga porque tem um nome pronto, tem um marketing pronto para minha carreira. Eu consigo explicar muito menos para meu paciente só de falar que minha formação é aqui. Já é meio caminho andado para fortalecer meu nome e me firmar no mercado de trabalho”, finaliza.

enfermagem estética

Enfermagem Estética: Dra. Floripes encontra conforto em nova carreira após contrair Covid

Na maioria das vezes que um enfermeiro migra para a área da Saúde Estética é porque ele está em busca de transformar sua rotina, sua vida e ter mais liberdade. Por isso, a Enfermagem Estética tornou-se uma alternativa viável e com muitos benefícios para esses profissionais.

Para a Dra. Floripes Antônia Carmo, foi uma saída além de promissora, também saudável e o ponto final de uma carreira de mais de 20 anos. Aos 59 anos, a enfermeira foi uma das profissionais que atuaram na linha de frente na pandemia, mas após contrair a doença e ficar com sequelas, decidiu que era hora de mudar os trilhos da sua vida. 

Conheça a história da Dra. Floripes neste case de sucesso.

Enfermagem Estética: trabalhando com a saúde e amor

A escolha da enfermagem é respaldada pelo amor que o profissional tem em cuidar das pessoas, e com a Floripes foi exatamente assim. O amor pelo cuidado ao próximo a manteve por mais de 20 anos atuando como enfermeira. Mas ao contrair Covid e se recuperar, porém, com sequelas nas articulações e movimentos, decidiu reprogramar sua vida aos 59 anos de idade.

“Devido à linha de frente, onde eu me deparei com muitos pacientes debilitados e tristes, eu decidi ingressar na estética. E sem contar que eu posso sair da enfermagem e continuar mexendo com vidas e dando instruções na área de saúde, porque a estética é saúde, é bem-estar, é beleza”, conta a Dra.

Além disso, ela explica que até entrou com o processo de aposentadoria, mas que não quer ficar parada e deseja continuar atuando com o que gosta e se especializando cada vez mais, afinal, essa é a sexta pós-graduação de Floripes e a única fora da área hospitalar.

A enfermeira é divorciada e tem dois filhos já casados, e, por isso, ela conta que a Estética também vem para preencher esse espaço que tem em sua vida. Mas para complementar sua felicidade em mudar de área de atuação, Floripes revela que além da satisfação em ver o outro feliz, ela também terá tempo para cuidar de si mesma. 

“E outra, sem contar que na enfermagem eu me via só cuidando do outro, e agora eu vou poder cuidar de mim. Porque quando dedicamos nosso tempo para o outro, a gente não vê que precisamos ser cuidados também, e todo mundo esquece de cuidar do pessoal da enfermagem, somos os últimos.”

Futuro na Enfermagem Estética

A Dra. Floripes já está quase finalizando sua pós-graduação e tem planos de empreender no setor da Saúde Estética. “Tenho a possibilidade de crescimento, já estou com a clínica praticamente montada”, conta. 

Devido a sua idade, ela imaginou que teria dificuldades em se adaptar aos estudos e a nova área, porém, por ser enfermeira e já ter habilidades com injetáveis, a adaptação foi muito fácil para ela. 

“Faltam apenas duas matérias teóricas para terminar e estou no quarto dia de prática, amei. No primeiro dia filmei, mandei para minha família e todos ficaram encantados”, comenta. 

Realizar a pós-graduação em Enfermagem Estética é o primeiro passo para conquistar uma rotina mais tranquila e confortável que a Dra. Floripes busca para sua vida. 

“Tudo que eu vi até aqui está ótimo, estou gostando muito e tenho mais oito dias de vivência clínica para eu ter mais conhecimento e me aprimorar mais. Então foi uma saída que eu escolhi e que será bem-sucedida”, finaliza a Dra. 

Principais dúvidas da Pós: como calcular minha nota final?

Toda pergunta é importante para um melhor desenvolvimento pessoal e profissional, por isso criamos a série “Principais dúvidas da Pós” aqui no blog do Nepuga. E a partir disso, entendemos que muitos têm dúvidas na hora de calcular a média final de cada disciplina. Você está entre essas pessoas? Continue lendo!

As especializações em Estética do Nepuga contemplam 16 disciplinas, que são dividas em quatro módulos para serem estudados durante os 11 meses de curso. Desse total de matérias, 12 são disciplinas com conteúdos teóricos e práticos, e quatro são EAD, apenas com teoria. 

Para que o pós-graduando seja aprovado em cada disciplina, é preciso que ele obtenha nota igual ou superior a 7, média estabelecida pela IES. Entretanto, existem algumas diferenças na hora de calcular a média final em cada um dos formatos citados acima, entenda e tire suas dúvidas! 😉

Entenda como calcular sua nota final

As 12 disciplinas que contemplam conteúdo teórico e prático têm avaliações e notas para cada um dos formatos. Para que você seja aprovado, é preciso fazer uma conta entre as duas notas, seguindo a fórmula abaixo:

Nota da teoria + nota da prática = nota/2 = média final.

Para entender melhor, vamos calcular um exemplo: você tirou 7 na teoria e nas aulas práticas sua nota foi 7; o próximo passo é somar essas duas notas (14) e depois dividir o total por 2, que dá 7. Então, a nota final da disciplina foi 7, você está dentro da média e foi aprovado. 

É preciso estar atento se você cumpriu todas as obrigações teóricas e práticas dentro de cada disciplina, pois é obrigatório ter as duas notas para realizar o cálculo da média final.

Em relação a nota final das outras 4 disciplinas EAD, que contemplam apenas conteúdos teóricos, você terá apenas a nota da teoria e essa será a sua média final para esta disciplina.

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre como calcular sua média final na Pós-graduação Nepuga? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários abaixo! 😉

Saúde Estética - Fotoenvelhecimento

Saúde Estética: Utilização de protetor solar como medida preventiva

“A incidência dos raios ultravioletas pode causar muitos prejuízos ao ser humano, sendo o câncer de pele e o fotoenvelhecimento os mais estudados”.

Visando a conclusão do programa de pós-graduação em Saúde Estética, as alunas egressas Fernanda Kelys (Enfermeira Esteta), Jane Luiza (Biomédica Esteta), Javeny Távora (Enfermeira Esteta) e Tânia Márcia (Farmacêutica Esteta), submeteram seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) à banca examinadora do Nepuga/FAPUGA.

O grupo formado por profissionais de diferentes áreas, se dedicou ao estudo do tema “Utilização de protetor solar como medida preventiva para o câncer de pele e fotoenvelhecimento ocasionados pela radiação ultravioleta”

As pós-graduandas da unidade de Belo Horizonte-PR, tiveram como objetivo fazer uma revisão de literatura para descrever a utilização do protetor solar na prevenção do câncer de pele e do fotoenvelhecimento.

Obtendo nota máxima sob avaliação da IES, as discentes concluíram a especialização no ano de 2019, e conquistaram Destaque Acadêmico na biblioteca do Nepuga. Veja mais sobre as conclusões alcançadas pelas especialistas!

Prejuízos causados pelos raios ultravioletas

A incidência dos raios ultravioletas pode causar muitos prejuízos ao ser humano, mas no trabalho foram analisados dois deles: o câncer de pele e o fotoenvelhecimento. Isso porque, os raios ultravioletas facilitam as mutações gênicas e fazem efeito supressor no sistema imune cutâneo. 

Dessa maneira, o uso de fotoprotetores como forma imediata de proteção tem sido muito discutido na literatura, já que é sugerido para o cuidado de todas as neoplasias da pele. “Fatores intrínsecos influenciam na existência desses ou não, mas a localização geográfica e alguns cuidados como o uso de protetor solar e o horário adequado para receber a incidência dos raios solares contribuem diretamente na presença ou não do câncer e fotoenvelhecimento”, explicam.

Levando em consideração esses fatores, as discentes afirmam que o profissional capacitado tem papel fundamental na orientação da população quanto a escolha do melhor protetor solar, observando o fator de proteção, informando o uso correto e os demais cuidados que devem ser tomados.

O câncer de pele

O câncer de pele atualmente é uma das maiores neoplasias apresentadas no Brasil correspondendo a 25% de todos os tumores malignos registrados, sendo dividido entre câncer do tipo melanoma e não melanoma. A incidência do câncer de pele pode variar de acordo com vários fatores como a exposição solar, cor da pele, residência em países tropicais, idade avançada e fatores genéticos.

“A atuação da radiação ultravioleta na indução ao câncer de pele pode ser subdivida em dois tipos: pela exposição intermitente, acredita-se que este é o caso do melanoma ou pela exposição contínua aos raios ultravioletas, sendo este o caso do câncer de pele não melanoma que é o tipo mais comum de câncer de pele atualmente”.

No entanto, as especialistas alertam que a exposição ao sol não pode e nem deve ser evitada, já que ele é muito importante para a vida humana. Assim, para uma prevenção eficaz contra o câncer de pele, é preciso utilizar medidas protetoras como:

  • Evitar horários de alta radiação;
  • Utilizar roupas e objetos como chapéus e óculos de sol;
  • Realizar o uso diário de protetor solar.

Protetor solar e o Fotoenvelhecimento na Saúde Estética

O fotoenvelhecimento é um tipo de envelhecimento causado pelo acúmulo de exposição solar, demorando cerca de 20 a 30 anos para os sinais começarem a se tornar visíveis. “Como sinais apresentados pelo fotoenvelhecimento na pele pode-se citar: a pele manchada, espessa, amarelada, áspera, apresentando rugas e podendo levar ao próprio câncer. Os sinais da velhice de forma natural são acelerados pelo processo de fotoenvelhecimento”, explicam elas.

Segundo a pesquisa realizada pelo grupo, o uso de fotoprotetores nos primeiros 18 anos de vida tem um importante impacto na redução do aparecimento de lesões pré-cancerígenas e no fotoenvelhecimento, visto que foi comprovado que não interfere na produção de vitamina D, e os danos actínicos da radiação solar são cumulativos.

“O uso de protetores solares é a principal abordagem cosmética contra os efeitos nocivos da radiação UV. O mercado atualmente dispõe de diversas formas para se fazer o uso do protetor solar. Diferentes estudos mostram que a utilização correta de fotoprotetores reduz o número de casos de doenças relacionadas à pele. Homens e mulheres ainda se diferenciam muito quanto a preocupação com esse tipo de mercado e apesar do expressivo crescimento de homens nesse mundo da estética, as mulheres ainda predominam”, alertam.

Confira o trabalho de conclusão na íntegra! 

: Silva, F.K.A; Santos, J.L; Couto, J.T.V.M; Rocha, T.M.N. Utilização de protetor solar como medida preventiva para o câncer de pele e fotoenvelhecimento ocasionados pela radiação ultravioleta. Nepuga/Fapuga. Belo Horizonte– BH.

Emissão de Certificados

Principais dúvidas da pós: Quanto tempo para emitir meu certificado?

Depois de tanta dedicação nos estudos, o certificado de conclusão de um curso ou especialização equivale a um troféu para o estudante. Principalmente na área da estética e saúde integrativa, a qualificação é o ponto de partida para a habilitação e atuação profissional. Por isso neste artigo vamos te mostrar como funciona a emissão de certificação aqui no Nepuga/FAPUGA.

Emissão de certificado nos cursos

Os certificados dos cursos Nepuga/FAPUGA são digitais, dessa maneira, nossos alunos podem emitir seu certificado no próprio portal do aluno. O documento tem validade em todo território nacional, com QRCode que pode ser verificado por qualquer pessoa ou órgão para comprovar e validar a sua qualificação profissional.

Para facilitar esse processo, não é necessário abrir nenhuma solicitação. Após a conclusão do curso, o certificado digital fica disponível automaticamente no portal do aluno. Assim, você consegue baixar o arquivo digital rapidamente, veja o tutorial que preparamos para te orientar nesse processo:

Como funcionam os microcertificados na pós-graduação?

A cada disciplina da pós-graduação é liberado microcertificado digital emitido pelo Nepuga/FAPUGA, que é Instituição de Ensino Superior, credenciada pelo MEC. Por isso, cada um dos microcertificados tem o valor de curso de extensão universitária, conforme Resolução CNE/CES nº 7, de 18 de dezembro de 2018. 

Assim, essas certificações garantem diversos benefícios, você pode usá-los para contabilizar horas de atividades práticas, comprovar carga horária em disciplinas específicas, validar experiência em Concursos Públicos, Currículo Lattes, Conselho de Classe, Vigilância Sanitária, e até mesmo contabilizar pontos extras para pleitear bolsas de estudos em instituições nacionais e internacionais.

Dessa maneira, o aluno pode utilizar os microcertificados de diversas maneiras enquanto finaliza a sua pós-graduação, e além de ter o título de especialista, também terá vários certificados que o que dará mais prestígio ao profissional.

Qual o prazo para emitir meu certificado da pós-graduação?

O aluno que desejar o certificado da especialização impresso, deve pagar uma taxa para a emissão e envio do mesmo. Atualmente, o prazo médio de emissão e entrega dos Certificados de Conclusão de Curso das Pós-Graduações Lato-Sensu impresso é de até 45 dias, e até 180 dias. 

Já o prazo de emissão da Declaração de Conclusão de Curso digitalizada é bem mais rápido: até 2 dias. Por isso, nossos alunos têm utilizado este documento de Declaração de Conclusão de Curso digitalizada para dar entrada em suas habilitações, mas é importante frisar que o mesmo depende de cada conselho e região.

Para ambos os casos, tanto do certificado de Conclusão de Curso das Pós-Graduações Lato-Sensu quanto a declaração de conclusão de curso digitalizada, é necessária ter concluído e ter sido aprovado em todas as disciplinas, aguardar o lançamento de todas as suas notas no portal, e ter entregue toda a sua documentação, solicitada no ato da matrícula.

Apesar das etapas burocráticas, ao final do processo você estará com seu certificado de especialista emitido pelo Nepuga/FAPUGA em suas mãos, pronto para ser emoldurado e pendurado na parede do seu consultório.

Se você ainda ficou com dúvidas sobre o prazo e emissão de certificados, entre em contato com o setor da Secretaria-Acadêmica através da central de atendimento.  

nepuga

Fique atento: perfil no Instagram usa imagem do Nepuga para golpes

Nesta semana, identificamos um perfil no Instagram (@nepuga_pos_graduacao) utilizando a imagem do Nepuga na tentativa de passar golpes em potenciais alunos da Instituição. Entramos em contato com a antiga responsável pela conta, que nos contou que tal perfil era de sua clínica e que foi hackeado há algum tempo. 

Os golpistas têm a estratégia de enviar mensagens no direct dos usuários da rede social oferecendo um curso online gratuito por dois meses, usando na abordagem o nome da Dra. Ana Carolina Puga. 

Alguns alunos, infelizmente, caíram no golpe e tiveram o número de seus celulares clonados. 

Queremos reforçar para que não envie nenhum tipo de dado ou documento seu a este perfil, nem a nenhum outro que não seja um de nossos canais oficiais de comunicação. 

Nós não pedimos dados pessoais ou bancários dos nossos alunos (ou potenciais) pelo Instagram, utilizamos as redes sociais apenas para responder dúvidas e direcioná-los para o setor responsável para solucionar seu problema. 

Não oferecemos cursos, não entregamos prêmios e não enviamos nenhum boleto pelas redes sociais, todos ficam disponíveis no portal do aluno. 

O nosso perfil oficial é o @nepugaposgraduacao, tudo junto, e conta com mais de 60 mil seguidores e 1.500 publicações. Fácil identificar, né? Então não caia no golpe, fique atento! 

Nossos canais oficiais:

Suporte ao aluno: (16) 99393-0296

Facebook: Nepuga Pós-Graduação e Cursos

LinkedIn: Nepuga Pós-Graduação

YouTube: Nepuga Pós-Graduação

Perfis no Instagram:

@nepugaposgraduacao

@nepugaplus

@masterclassnepuga

@pacientemodelo

estética

Com a Enfermagem Estética, a Dra. Juliana Morais Ferreira se considera uma nova pessoa

Residente de Pouso Alegre, em Minas Gerais, a Dra. Juliana Morais Ferreira trabalhou como enfermeira por cerca de 12 anos em um hospital local, no qual percorreu quase toda a sua trajetória. 

Com uma jornada de trabalho repleta de plantões, ela conta que trabalhava todas as manhãs e em todos os finais de semana. Apesar de todo o cansaço, foi apenas quando descobriu a segunda gestação que ela passou a repensar sua rotina de trabalho. 

Ela conta que foi difícil conciliar os dois filhos, a escola e os finais de semana. Foi aí que decidiu procurar por outra área de atuação. “Como eu sempre gostei da estética como paciente, eu pensei: será que eu não poderia estar do outro lado? Ser a profissional que vai estar lá? Trabalhando? Foi quando eu comecei essa busca pela pós-graduação e, através das indicações, conheci o Nepuga.” 

Áreas diferentes, satisfações diferentes 

A Dra. Juliana conta que, por trabalhar na UTI, a enfermagem proporcionava uma sensação de satisfação por trazer alívio da dor e dar apoio ao paciente que se encontra enfermo. 

A escolha pela especialização em Enfermagem Estética se deu por conta da vontade de continuar na área, mas de um outro âmbito, no ramo da saúde e da beleza. Isso pois, segundo ela, a beleza nada mais é do que saúde. “É um conjunto: você tem que estar bem consigo, com o corpo, com a mente e isso te dá saúde. Eu vejo a estética e a saúde desse modo.” 

Juliana mora há, aproximadamente, 240 quilômetros de distância do local em que estuda. Ela diz que não é fácil deixar os filhos e o marido em casa e que é preciso todo um planejamento, feito no dia anterior, para que possa sair e cursar sua pós. 

Mas, apesar de tudo, ela considera a recompensa bem maior que o cansaço. Afinal, além dos conhecimentos que adquiriu para sua nova carreira, Juliana leva consigo experiências que levará para toda sua vida. 

“Peguei dias de chuva… E além disso, nunca tinha dirigido sozinha em uma cidade maior, mas são esses obstáculos que nos fazem crescer.  Pra mim foi muito bom como pessoa, como profissional… Foi de um crescimento imenso alcançado em um ano.”

Uma visão do futuro

Atualmente, a Dra. está em processo de preparação do seu consultório, embora ainda não esteja atuando. 

Ela conta que, antes, ela não se via como empreendedora, porém, isso mudou após começar a cursar a pós-graduação. Aponta, ainda, que essa escolha pela Estética, além de proporcionar-lhe mais consciência e prática no autocuidado, faz com que ela se sinta mais valorizada.

“Eu acho que o fato do empreendedorismo ajuda muito, estou gostando bastante dessa parte de poder empoderar mulheres, de se sentir empoderada. Acho que essa é a palavra: empoderamento. A estética precisa de pessoas empoderadas para poder empoderar outras.”

Para os colegas enfermeiros, ela deixa um recado: “não tenham medo. Invistam em estudos, invistam em cursos. É um investimento em você. A estética mudou muito minha vida, sabe? Realmente mudou. Hoje eu me sinto uma pessoa mais empoderada, mais feliz, empreendedora. Queria poder transmitir isso para as pessoas. Me sinto uma pessoa bem diferente hoje”.  E então? Se sente mais incentivado a continuar correndo atrás de seu sonho? Conte aqui nos comentários! 

Nepuga expande

Nepuga expande e implanta polos de apoio em três cidades na região Sul e Sudeste 

Buscando  levar mais ensino de qualidade para outras cidades do país, o Nepuga implantou mais três polos de apoio na região Sul e Sudeste do Brasil. 

Segundo a diretora pedagógica e fundadora do Nepuga, Dra. Ana Carolina Puga, essa expansão tem um objetivo: formar mais profissionais estetas de qualidade

O objetivo da expansão do Nepuga é justamente dar a oportunidade de mais profissionais  da  área da saúde, entrarem para a Estética, se especializando em uma instituição de qualidade. Levou tempo até estudarmos as principais áreas da estética, analisar o mercado e decidirmos por essas três cidades”, explicou.

Somando esses novos polos de apoio, o Nepuga já conta com 27 unidades,em mais de 10 Estados no Brasil.

Mais atuação no mercado da educação em Estética

A estratégia seguida pelos gestores do Nepuga para  formar profissionais estetas, foi ampliar o atendimento onde há muita procura, que é o Estado de São Paulo, e entrar em um novo Estado, que é Santa Catarina. 

O modelo híbrido de ensino que implantamos no Nepuga, após o início da pandemia do Covid-19, foi muito benéfico e positivo para os profissionais da Saúde, justamente porque eles têm mais liberdade para estudar e ainda sim, com qualidade. Entretanto, sabemos que temos pós-graduandos em diferentes cidades do país, principalmente em São Paulo (Estado) e também, em Santa Catarina, sendo que nesse Estado, não tínhamos polo nem unidade”, disse a Dra. 

Expandir para um novo Estado, segundo a diretora, não foi apenas para atender a demanda dos pós-graduandos, mas também para que essa IES pioneira esteja presente em grande parte do país.  

Queremos entregar ao mercado e à sociedade, os melhores profissionais estetas do Brasil e somente faremos isso, dando educação de qualidade. Estando presente em mais cidades, é mais fácil de atingir o nosso objetivo e atuar na missão da IES, de transformar a vida dos nossos alunos. Não estar presente em uma região que tem a necessidade do que entregamos, transformação por meio da especialização em Estética, é um erro, e por isso, também implantamos um polo em Santa Catarina, na cidade de Joinville”, concluiu a Dra Ana Carolina Puga. 

Polos de apoio em Joinville, São Bernardo do Campo e Sorocaba 

O Nepuga tem dois tipos de unidades para que os pós-graduandos realizem a etapa da vicência clínica: as clínicas-escolas e os polos de apoio

Vista de Joinville, Santa Catarina, uma das cidades que irá receber polo de apoio do Nepuga

Diferentemente das unidades fixas, os polos de apoio são montados apenas para a realização das práticas, sendo fechados após o período de vivência clínica na cidade. 

O Nepuga optou por ter esse tipo de unidade em várias regiões do país, para conseguir atingir o máximo possível de profissionais, entregando qualidade de ensino e a mais completa experiência dentro de uma clínica de estética avançada. 

Vista de Sorocaba, cidade do interior paulista, escolhida para receber o Nepuga

Com esses três novos polos nas cidades de Joinville, São Bernardo do Campo e Sorocaba, o Nepuga tem, ao todo, 18 polos de apoio em diferentes regiões do Brasil. 

Vista de São Bernardo do Campo, onde será implantado um polo de apoio do Nepuga

Para agendar em qualquer unidade, independente de ser clínica-escola ou polo de apoio, basta o pós-graduando acessar o seu portal, abrir a opção para agendar as aulas práticas e ver quais  unidades estão disponíveis. 

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤