Biomedicina Estética: flexibilidade de horários contribui para especialização de biomédico adventista

Um dos fatores que tem peso dois quando pensamos em realizar uma pós-graduação em Biomedicina Estética são os horários disponíveis para se dedicar aos estudos, tanto à teoria quanto às aulas práticas. E, geralmente, a maioria das especializações são agendadas aos sábados. Compromissos de trabalho e vida pessoal podem influenciar no momento de escolher sua […]
Um dos fatores que tem peso dois quando pensamos em realizar uma pós-graduação em Biomedicina Estética são os horários disponíveis para se dedicar aos estudos, tanto à teoria quanto às aulas práticas. E, geralmente, a maioria das especializações são agendadas aos sábados. Compromissos de trabalho e vida pessoal podem influenciar no momento de escolher sua pós-graduação e até adiar. Por isso, é importante priorizar o formato que permite uma melhor organização, flexibilidade de horários e desempenho nos estudos. Foi o caso do Dr. e docente Farley Eleandro, de Montes Claros-MG. Ele é biomédico e está se especializando em estética, mas antes de escolher onde cursaria era necessário encontrar uma instituição que oferecesse liberdade para adaptar os estudos a sua religião: adventista do sétimo dia. Conheça a história dele no artigo de hoje.

Flexibilidade de horários

Biomédico desde 2003, Farley trabalhou em um laboratório de análises clínicas de 2005 a 2007, depois assumiu o cargo de secretário da saúde de Santo Antônio do Retiro-MG e cuidou da saúde pública da cidade até 2012. Atualmente, ele é docente e coordenador do curso de biomedicina em uma universidade. Mesmo com uma carreira estabilizada, o doutor esperava uma oportunidade para dar novos saltos em sua vida profissional. Para isso, ele esperava uma oportunidade de cursar uma pós-graduação. “Então eu pensei em estética, pois vi na área uma possibilidade de crescimento, não só na parte de docência, mas também ao trabalhar com a beleza e autoestima do ser humano”, conta. Entretanto, havia uma limitação: por seguir a religião adventista, ele não poderia realizar seus estudos aos sábados, tendo em vista que os fiéis guardam o sétimo dia da semana. Conversando com alguns amigos que cursaram pós-graduação no Nepuga e pesquisando na Internet, descobriu os formatos da instituição e decidiu dar o primeiro passo para o setor que une saúde e beleza em uma profissão. biomedicina estética “O que me cativou foi a flexibilidade que me deram para eu pudesse realizar minha especialização. As minhas aulas teóricas foram direcionadas para o formato online, as aulas práticas eu posso realizar no meio de semana e, além disso, sempre faço os requerimentos para não assistir às aulas de sábado e nunca foram negados”, comenta o doutor. O biomédico e pós-graduando em estética ressalta que só está conseguindo fazer esse upgrade em sua vida por conta da praticidade que a instituição oferece. “Em breve, pretendo abrir meu próprio espaço, empreender na área de estética, investir em equipamentos e começar a atender e mudar a vida das pessoas, trabalhando da melhor forma a autoestima delas”, revela.

Biomedicina Estética

Como a indicação dos amigos foi bem-sucedida e por estar sendo uma boa experiência para sua formação também, Farley indica a especialização para sua esposa, irmã – que são enfermeiras – e para seus alunos, para que também possam entrar no setor de estética. “Estou realizando essa pós-graduação de uma forma confortável, não só pela flexibilidade em adaptar as aulas à minha rotina, mas também por conhecer a história da Dra. Ana Carolina, que traz credibilidade e confiança no aprendizado”, diz. Outro conselho, e dessa vez na posição de educador, é para que as pessoas busquem se especializar e cada vez mais conhecimento, pois esse é o caminho para encontrar as melhores oportunidades profissionais. “A educação muda a vida das pessoas. Por isso, mesmo quando eu finalizar minha pós-graduação em estética, não pararei de estudar. Se eu pudesse e tivesse essas informações antes, eu já teria feito a especialização há muito tempo”, complementa o docente. Ter seu próprio negócio e ser independente é o ideal, segundo o doutor. E para isso não basta sonhar, é preciso realizar. “Nunca desistir e ser autossuficiente”, conclui.

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤