Biomédica Esteta de SP diz: “a estética é mais lucrativa”

Essa Biomédica Esteta de SP contou a sua história. A visão de mercado dela é incrível. A mudança de carreira foi grande. E os resultados, também!

O retorno financeiro é apenas uma das vantagens que a biomédica esteta viu na especialização. Isso porque o seu principal ponto de partida veio de outro modo: “eu queria ter mais tempo com a minha família”. E ela também conseguiu alcançar esse objetivo.

A história que você vai conhecer hoje é da Danielle Cristina Rodrigues Isozaki. Ela é uma daquelas pessoas que faz questão de contar o enredo da sua carreira, que foi de uma rotina exaustiva em um laboratório até a comodidade de planejar o próprio horário de trabalho.

E tem mais: “na estética eu trabalho menos e ganho mais”. Veja a trajetória da Isozaki.

A formação acadêmica

Danielle Isozaki era uma biomédica analista clínica formada pelo Unifev (Centro Universitário de Votuporanga), em São Paulo. Atualmente, está fazendo MBA em tricologia (terapia capilar). E entre a graduação e o MBA, ela fez um Curso de Especialização em Biomedicina Estética.

No início da carreira, ela começou a trabalhar em um laboratório de urgência e emergência. No entanto, viu que o seu tempo com a família estava cada vez menor. E não era assim que ela queria passar o restante da sua vida. Por isso, resolveu pensar em uma alternativa.

Nessa época, eu trabalhava como biomédica analista e uma amiga falava muito da área estética. Eu comecei a pesquisar sobre os cursos. Assim, eu acabei entrando na Pós-Graduação e me apaixonei por esse trabalho”.

O novo mundo da estética

A mudança profissional na carreira da Isozaki foi grande, mas certeira. Ela sabia o que queria. “Eu optei pela especialização porque estava cansada de laboratório, rotina e mesmice. Eu queria novos desafios, trabalhar com saúde. Eu queria ver os rostinhos das pacientes felizes”.

Inclusive, a biomédica esteta lembra que um dos seus últimos empregos clínicos foi no Centro Paulista de Oncologia. Por lá, ela tinha uma rotina muito estressante. “Nessa época eu não tinha nada: Natal, Ano Novo, Dia Santo”, ela lembra.

A mudança da análise clínica para a estética foi algo maravilhoso na vida da Danielle. “Especialmente pela minha comodidade de horários“, conta. E explica: “no laboratório, eu ficava presa, sendo de segunda a segunda com uma única folga na semana”.

O novo mercado de trabalho

Na Pós-Graduação, a biomédica esteta conheceu a Dra. Ana Carolina Puga. Esse relacionamento foi importante para a carreira. “Quando você conhece a Dra. Ana Carolina, você começa a se apaixonar mais ainda pela estética porque ela mostra outra realidade”.

Com as aulas, o contato com a Dra. Ana e os aprendizados, a biomédica clínica se tornou biomédica esteta. Junto com os horários mais flexíveis também aconteceu outra coisa, um sentimento que a Isozaki não havia sentido até aquele momento: da realização!

Agora, posso dizer que é gratificante você terminar um preenchimento e a pessoa olhar para você e chorar de felicidade. Elas dizem: você realizou o meu sonho. Isso me deixa mais feliz e totalmente realizada na minha área”.

As novas realizações profissionais

A história da Danielle é inspiradora, de fato. Até aqui vimos que a mudança de carreira trouxe para ela mais tempo para a família e realização profissional. Só que ainda falta mencionar outro benefício da especialização, que ela mesmo menciona: o lucro.

Financeiramente, eu tive muito retorno. Se antes eu trabalhava um mês para ganhar um valor. Hoje, eu consigo fazer a mesma renda com dois dias de trabalho. Então, a minha vida financeiramente deu um salto! A estética é mais lucrativa: eu trabalho menos e ganho mais”.

E ela não deve parar tão cedo. Com os objetivos alcançados, a biomédica esteta quer alçar novos voos. “O meu plano é colocar na prática tudo o que aprendi na Pós e nos outros cursos que eu fiz. Agora, eu quero trabalhar com uma grade mais ampla na área da saúde”.

A estética traz realizações

Hoje, eu consigo acompanhar meu marido e meu filho. Eu faço a minha agenda conforme a minha família e tenho total autonomia na minha vida profissional”. Autonomia essa que veio com o lucro e as realizações ao realizar um procedimento estético nas pacientes.

Biomédica Esteta de SP

Para os profissionais da saúde, fica a dica sobre esse mercado que não para de crescer, da estética. “Quando eu fiz o curso do Nepuga eu me senti muito confortável. A Dra. Ana Carolina Puga inspira demais. É como um estalo. Um guia. Ela mostra para a gente que dá certo”.

A recomendação é de quem já viveu isso e não faz muito tempo, Danielle Isozaki: “A estética é uma profissão que traz realizações. Então, quem quiser entrar na área tem que fazer isso de corpo e alma”. 

Outras histórias inspiradoras

Assim como a história da biomédica esteta Danielle, existem outras que também inspiram. Por exemplo, da Wanessa, uma farmacêutica que deixou a drogaria para mudar de vida na estética.

“Estou nesse ramo desde que me formei e eu quero mudar, quero empreender, ter meu próprio negócio, fazer meus horários, por isso optei por aprender mais e mergulhar na área de estética”, conta a farmacêutica esteta.  

Quer conhecer como começou e como terminou esse enredo? Leia a nossa página de Casos de Sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤