Bióloga Esteta investe na estética em MG

Depois de 13 anos atuando na biologia, a Dra. Danielle viu a oportunidade perfeita para conquistar retorno financeiro pela Biologia Estética.
biologa esteta

A Bióloga Esteta, Dra. Danielle Dulço, de Belo Horizonte – MG, aguardou durante muito tempo a habilitação do Conselho Federal de Biologia – CFBio, para que pudesse se especializar em Biologia Estética.

Foram 13 anos atuando na sua área de formação, em salas de aula do ensino fundamental e médio, mas a sua paixão sempre foi a estética. Agora, a bióloga busca grandes possibilidades e oportunidades únicas na sua carreira.

“Estamos amparados pela lei”, disse. “Podemos atuar nesta área com segurança através do conhecimento. O biólogo pertence a estética e é tão bem preparado quanto biomédicos, por exemplo”, disse.

Saiba como a Bióloga Esteta, Dra. Danielle, alcançou sucesso profissional neste case de sucesso, e descubra quais foram as vantagens que ela viu na estética.

Para ser uma Bióloga Esteta

Antes da sua atuação como Bióloga Esteta, a Dra. Danielle ensinava biologia nas escolas para o ensino fundamental e o ensino médio, mas foi no laboratório que ela teve o momento mais tenso da sua carreira.  

A bióloga carregava o peso de dar notícias nada otimistas para jovens e adultos. Essa experiência profissional foi marcante para ela. “Eu trabalhava em um laboratório de DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e  AIDS, e lidava com muitas doenças. Era muito pesado ver os jovens de 14 anos daquela época, com  diagnósticos positivos”, disse. “Eu não estava feliz”, afirmou.

Ela está feliz

O drama e a ansiedade da rotina de exames laboratoriais teve um resultado diferente. Agora, a Dra. Danielle pode dar outro tipo de noticias, mais positivas e construtivas, que transformam vidas por causa da sua atuação como Bióloga Esteta. “Sempre quis trabalhar na área estética. Isso é o que me faz feliz”, disse a bióloga.

Um atalho da Biomedicina Estética 

A Biologia Estética se tornou uma realidade recentemente, mas a Bióloga Esteta tinha pressa para entrar nesta área. Ela chegou a iniciar sua graduação em biomedicina só para se especializar no mercado da estética. 

Apesar de ter iniciado a graduação, ela não pretende abandonar. “Fui dispensando algumas disciplinas que já tinha visto na minha outra formação”, disse. “Se comparar as duas grades, da biologia e biomedicina, são parecidas”, afirmou.

Essa é a mesma opinião da também Bióloga Esteta, Dra. Isabela.

Vale a pena ser Bióloga Esteta?

Maior autonomia, investimentos que podem dar retorno financeiro imediato com dinheiro triplicado, e o mais importante, respeito e relevância profissional. A realidade de uma Bióloga Esteta pode valer muito a pena, e a Dra. Danielle sabe disso melhor do que ninguém. 

Diferente das áreas da biologia, ela tem a oportunidade única de ser empreendedora neste mercado de trabalho. “Estou encantada e amando cada vez mais”, disse. 

A sua felicidade é plena nesta nova carreira. “Realmente, eu tenho prazer em atuar na estética. Vejo a possibilidade de empreender e ter o meu próprio negócio, ou mesmo trabalhar em clínicas parceiras e ter ajuda de outros profissionais também”, afirmou. 

A biologia dificilmente proporcionará a possibilidade de empreender, assim como a Dra. Danielle, a Bióloga Esteta, Dra. Nathália, também o sonho de abrir a sua própria clínica de estética.

10h de viagem pela Biologia Estética

São 10h de viagem para que a Bióloga Esteta desenvolve as suas habilidades e competências práticas, para ser cada vez mais destaque na área.

“Essas dificuldades não tiram o meu desejo e a vontade de aprender e me especializar”, disse. “É um desafio e o meu coração não deixa que eu desista em nenhum momento. É a maior satisfação compartilhar conhecimento”, contou a Dra. Danielle.

Biólogos Estetas e o mercado

Apesar do mercado de trabalho da Biologia Estética ser um sucesso e, também ser promissor, muitos biólogos ainda têm dúvidas em relação ao mercado de trabalho.

A resposta desses questionamentos pode estar mais perto do que se imagina. Como em outros casos de sucesso, como é o caso da Dra. Emília Ferreira e do Dr. Guilherme Garcez.

Segundo a Dra. Danielle, os seus colegas limitam a biologia e o mercado de trabalho a as áreas da graduação, como na educação ou em laboratórios. 

Diferente da Bióloga Esteta, que saiu da zona de conforto e descobriu uma área que pode atuar com o que mais ama, a estética. “Eu entendo que os meus colegas não tenham a mesma paixão que eu tenho”, disse.

Você quer fazer a especialização em Biologia Estética? Deixe o seu comentário.

Assista ao vídeo da entrevista da Dra. Danielle, e entenda como ela se apaixonou pela Biologia Estética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤