Bióloga Esteta investe na estética depois de 10 anos no RJ

Depois de 10 anos em uma sala de aula, a Bióloga Esteta, Dra. Carolina, pode sonhar com uma carreira cheia de possibilidades no Rio de Janeiro.
biologa esteta

Após 10 anos em sala de aula, a Bióloga Esteta, Dra. Carolina Sant’anna de Oliveira, do Rio de Janeiro, decidiu investir na Biologia Estética para entrar em um dos mercados mais potentes do mundo.

Depois que o Conselho Federal de Biologia – CFBio regulamentou a Resolução 528/2020, a bióloga, e outros especialistas, tem grandes possibilidades profissionais.

Para ela, a Biologia Estética tem o mesmo peso que a Biomedicina Estética teve para os biomédicos. “A nossa grade é parecida. Tivemos anatomia, fisiologia e outras matérias”, afirmou.

Quer saber como a Dra. Carolina se tornou uma Bióloga Esteta? Continue lendo neste case de sucesso.

O caminho para ser Bióloga Esteta 

A Bióloga Esteta se formou aos 22 anos, e já conseguiu uma oportunidade no mercado de trabalho da sua graduação. Ao contrário de muitos biólogos que encontram dificuldades para conquistar um lugar nesta área, ela conseguiu atuar.

E o amor pela área sempre foi o principal combustível para continuar sua jornada. Atualmente, a Dra. Carolina é professora de biologia, e é na sala de aula que ela passa a maior parte do seu tempo.

“Entrei na faculdade muito cedo e já trabalhei até com pesca”, disse. “A questão é trabalhar com amor, já que a questão financeira pesa bastante”, afirmou. 

Biologia, uma área desvalorizada

Para a Bióloga Esteta, a área da biologia é desvalorizada, principalmente por causa de baixos salários e pouca visibilidade, até em áreas acadêmicas. Os profissionais podem encontrar um mercado de trabalho nada promissor, e em muitos casos, não conseguem se efetivar. 

“A biologia na sala de aula não é reconhecida, por exemplo. O nosso Conselho briga pouco e nem temos um piso salarial definido”, afirmou.

Esta também é a visão de outros biólogos, que se especializaram na Biologia Estética para encontrar mais possibilidades em suas carreiras. 

Bióloga Esteta e o mercado de trabalho.

O piso salarial, como citado pela Bióloga Esteta, é um grande incômodo, além do campo profissional que limita o biólogo a espaços pouco reconhecidos. A Biologia Estética foi a sua solução para elevar a carreira.

Segundo a Dra. Carolina, os profissionais de outras áreas da biologia passaram a enxergar a área da estética com grandes expectativas. 

“Quando o meu Conselho aprovou, eu vi uma possibilidade”, disse. “Os biólogos que gostam da área do laboratório, que tem genética, microbiologia e análises clínicas, puderam enxergar como uma possibilidade. Quem sabe outros biólogos não se especializam?”, refletiu. 

Seus planos como Bióloga Esteta

Na Biologia Estética, a Dra. Carolina tem grandes planos. Apesar de ainda não abandonar a sala de aula para finalizar a sua especialização, ela quer investir também na área acadêmica da estética, para se qualificar cada vez mais, e desenvolver os próprios protocolos.  “Quero dar aula nesta área estética”, disse.

Além disso, a Bióloga Esteta também quer conquistar ainda mais o mercado de trabalho para ser destaque como empreendedora na estética. “Pretendo abrir a minha própria clínica”, disse. 

Quer saber como se especializar na Biologia Estética? Deixe o seu comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤