Biomédica do Ano – Dra. Ana Carolina Puga recebe prêmio do CFBM

O Prêmio de Biomédica do Ano foi uma homenagem à Dra. Ana Carolina Puga, que lutou para trazer a habilitação estética para os biomédicos.

A Biomedicina Estética é o que é graças a você e a sua coragem. Se a Ana Carolina Puga não fosse lá no Conselho em 2006 e se a gente não tivesse feito a Resolução, hoje a área não existiria. Atualmente, a estética é a segunda habilitação da Biomedicina no país”.

Essa foi uma das frases do Presidente do Conselho Federal de Biomedicina, Dr. Silvio José Cecchi, ao premiar a Dra. Ana Carolina Puga como Biomédica do Ano em um evento que aconteceu na Mansão Hasbaya, em São Paulo (SP), no início de outubro.

A premiação de Biomédica do Ano

A Biomedicina é fundamental para o progresso da saúde e do bem estar social. No país todo, são mais de 100 mil biomédicos habilitados em várias especialidades e alguns se destacam por novas descobertas, inovações, soluções e trabalhos científicos.

Por isso, o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) reconhece a categoria com a homenagem de “Biomédicos do Ano” entregue no XVII Congresso Brasileiro de Biomedicina, V Congresso Internacional de Biomedicina e I Congresso Brasileiro e Internacional de Biomedicina Estética.

Entre os biomédicos de destaque, neste ano que a Biomedicina Estética completou 12 anos, a Dra. Ana Carolina Puga foi premiada. A placa e a medalha foram entregues durante a cerimônia. Para a Dra., a representação de uma vitória:

Foi um dos momentos mais especiais da minha carreira, sem dúvidas. As palavras do Dr. Silvio José Cecchi sobre a nossa luta pela Biomedicina Estética representam o sentimento que tenho depois de 12 anos do nosso sonho. O sentimento é de vitória”. Veja algumas fotos:

Designsemnome1
Designsemnome4
Designsemnome
Designsemnome2
Designsemnome6
Designsemnome8
Designsemnome5
previous arrow
next arrow

A criação da Biomedicina Estética

Durante a homenagem, o Dr. Silvio José Cecchi discursou sobre a luta da Dra. Ana.

Eu queria fazer uma homenagem especial pelo seguinte: no começo, o pessoal era contra e foi uma briga muito grande. Mas, tivemos colegas, como você, que desbravaram o Brasil. Foram com a cara e a coragem para fazer o nome da nossa categoria”.

E a estética, que hoje é tudo isso, teve início porque a Ana começou a trabalhar nessa área. Isso foi em 2006, quando ela nos procurou para falar dessa ideia. Nós fomos no Conselho e apresentamos tudo sobre o que era a Biomedicina Estética”.  

Reconhecemos os esforços e fizemos uma Resolução. No começo foi difícil, tivemos muitos problemas, mas olha onde chegou a Biomedicina Estética hoje. Em números, representa a segunda habilitação da Biomedicina”.

Temos que reconhecer isso nos amigos. Se a Biomedicina Estética é o que é, com certeza, é graças a você e a sua coragem. Se a Ana não fosse lá no Conselho e se a gente não tivesse feito a Resolução, essa área não existiria”.

O crescimento da Biomedicina Estética

O Dr. Dácio Campos, Presidente do Conselho Regional de Biomedicina da 1ª Região, também esteve presente no evento. Ele falou sobre a essa habilitação da biomedicina.

É uma habilitação que dá mais autonomia, mais liberdade e chance de ganhar mais dinheiro na profissão, também. E nós estamos crescendo cada vez mais”.

Crescemos muito durante a pandemia. A nossa profissão se revitalizou graças ao esforço de vocês e ao trabalho feito. Por isso é muito justo que vocês sejam lembrados e sejam homenageados aqui hoje”.

Essa é a segunda habilitação da Biomedicina com mais de 5 mil profissionais registrados e com a projeção de chegar em 20 mil nos próximos 5 anos”.

O sentimento de vitória

Após os discursos comoventes dos Presidentes dos Conselhos, a Dra. Ana Carolina Puga contou que esse foi um momento incrível na sua vida e que trouxe o “sentimento de vitória”.

Naquele momento que ele fez aquele discurso, aquela homenagem especialmente para mim, foi o maior prêmio da noite. Foi muito mais do que a placa e o certificado. Aquelas palavras dele reconhecendo toda a luta que eu travei no início de 2006 me emocionou”.

Realmente, a Biomedicina Estética veio para ficar e é reconhecida por todos como uma das principais áreas de preferência do biomédico. Afinal, desde quando a Biomedicina Estética se tornou uma especialidade, transformou a vida de mais de 50 mil biomédicos”.

A primeira turma de Biomedicina Estética

Atualmente, a Dra. Ana Carolina Puga ocupa o cargo de fundadora das Clínicas Ana Carolina Puga, do Nepuga (Núcleo de Estudos Ana Carolina Puga), da FAPUGA (Faculdades Ana Carolina Puga), da SBBME (Sociedade Brasileira de Biomedicina) e da ABRASEI (Associação Brasileira de Saúde Estética e Integrativa).

Só que antes disso, lá em 2006, foi quando ele começou os esforços para criar a Biomedicina Estética. Mais tarde, em 2010, tornou possível que os biomédicos elevassem as suas carreiras para um novo patamar, com mais autonomia, liberdade e oportunidade de atuar na estética.

Em 2022, no mesmo ano que a Dra. Ana foi eleita a Biomédica do Ano e condecorada pela contribuição com a Biomedicina Estética, também se comemora 12 anos da 1ª Turma de Biomedicina Estética da Dra. Ana Carolina Puga. Ela conta os detalhes neste texto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - TERMOS DE PRIVACIDADE                        Feito pelo Grupo Puga&Nunes ❤